Notícias



Banco do Brasil pede anulação de plano de recuperação judicial da Odebrecht


O Banco do Brasil solicitou à Justiça, nesta 5ª feira (3.out.2019), a anulação do plano de recuperação judicial da Odebrecht. Na semana passada, a Caixa Econômica Federal também pediu a extinção da recuperação judicial.

Segundo publicou o jornal Folha de São Paulo, outras 4 instituições financeiras também se opuseram ao plano apresentado pela holding, que soma R$ 98,5 bilhões em dívidas. Banrisul, Fineo, Santander e Votorantim apresentaram objeções à 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo.

A Odebrecht apresentou o plano de recuperação judicial em 26 de agosto, sem especificar a venda de ativos e o desconto proposto para os credores. A estratégia apresentada foi a emissão de títulos para os credores, enviados a partir de futuros resultados.

O argumento dos advogados do Banco do Brasil, segundo a reportagem da Folha, é o de que o plano “não permite aos credores conhecer, objetivamente, quanto e quando receberão seus créditos”.

O processo de recuperação judicial da Odebrecht é o maior do país. O conglomerado registrou severas perdas a partir da operação Lava Jato, da qual foi uma das principais empresas investigadas.


Fonte: poder360, 03.10.2019

Compartilhe essa notícia:

Notícia Anterior

Com dívida bilionária, Forever 21 pede recuperação judicial nos Estados Unidos

Próxima Notícia

BNDES vai à Justiça para que Odebrecht mude plano de recuperação