Notícias



Credores aprovam plano de recuperação judicial da Eternit; ação sobe


Os credores da Eternit aprovaram nesta quarta-feira (29), em assembleia, o plano de recuperação judicial da companhia e de suas sociedades. O plano ainda será submetido à homologação pelo Juízo que está cuidando do processo.

Com a notícia, as ações da Eternit disparam na B3, com alta de 23,4% às 16h, a R$ 2,69.

A aprovação encerra um período de quase seis meses de discussões sobre os termos do plano. A assembleia de credores foi originalmente marcada para 27 de novembro do ano passado.

A versão definitiva do plano foi apresentada na terça-feira passada. Segundo o presidente da companhia, Luís Augusto Barbosa, informou ao Valor, o plano dá mais opções para tentar atender a um número maior de credores.

Entre as principais mudanças estão propostas de pagamento aos credores quirografários (sem garantia real). O pagamento dessa classe de credores é vinculado à venda de ativos imobiliários.

O plano prevê desde a possibilidade de nenhum deságio e pagamento em prazo mais longo até desconto de 45% para quem optar por recebimento em período mais curto vinculado à venda do imóvel ocupado em Fortaleza pela controlada Companhia Sulamericana de Cerâmica (CSC), com possibilidade de comercialização da própria fábrica de louças. O prédio de oito andares que abriga a sede da Eternit, no bairro paulistano de Pinheiros, foi dividido em um lote de cinco pavimentos e outro de três.

 

A Eternit fará dação desses imóveis em pagamento de credores, com desconto de 30%. Todos os credores quirografários vão receber, de acordo com o plano de recuperação, até R$ 3 mil, limitado ao valor de cada crédito, no prazo máximo de 180 dias contados a partir da homologação.


Fonte: O globo, 30.05.2019

Compartilhe essa notícia:

Notícia Anterior

Empresa da Odebrecht, com dívida de R$ 12 bi, entra em recuperação judicial

Próxima Notícia

Impugnação de crédito após prazo previsto na lei de recuperação judicial é intempestivo